Violino Brasil
Últimos assuntos
» Pestana de Osso
16/5/2017, 15:47 por Zanca

» STRADIVARIUS
2/5/2017, 21:54 por Jackson_Galvao

» Arco bom e barato... Existe?
2/5/2017, 19:53 por Jackson_Galvao

» Troca de cavalete
19/4/2017, 13:42 por Daniel Antunes

» Violino Christina v5 v9
18/4/2017, 01:16 por Danielle Epifanio

» Que Breu usar?
13/4/2017, 16:58 por £ëø Mø®£ix

» qual a diferença entre os breus?
13/4/2017, 16:43 por £ëø Mø®£ix

» Que violino comprar ?
13/4/2017, 16:13 por £ëø Mø®£ix

» Troca de kit do violino
12/4/2017, 15:47 por £ëø Mø®£ix

Quem está conectado
25 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 25 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 106 em 1/9/2012, 17:16

Dúvidas sobre o arco?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Dúvidas sobre o arco?

Mensagem  abnerram em 23/11/2013, 09:46

Eu queria saber quanto do arco devo usar para tocar os hinos ?
Ex: se o hino começa no talão, e a sua 1º nota é uma colcheia quanto do arco devo usar para toca-la?
Só a metade?
E na semi breve, minima,semínima, semínima pontuada, colcheia pontuada seguida de semicolcheia ??

Aqui aproveitando a oportunidade eu queria saber o que vc acha de fazer conservatório, vou começar a fazer ano que vem ? ajuda muito ?
avatar
abnerram

Mensagens : 25
Pontos : 52
Reputação : 4
Data de inscrição : 18/10/2013
Idade : 16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvidas sobre o arco?

Mensagem  £ëø Mø®£ix em 25/11/2013, 10:17

abnerram escreveu:Eu queria saber quanto do arco devo usar para tocar os hinos ?
Ex: se o hino começa no talão, e a sua 1º nota é uma colcheia quanto do arco devo usar para toca-la?
Só a metade?
E na semi breve, minima,semínima, semínima pontuada, colcheia pontuada seguida de semicolcheia ??

Aqui aproveitando a oportunidade eu queria saber o que vc acha de fazer conservatório, vou começar a fazer ano que vem ? ajuda muito ?
A Paz de Deus irmão! Tudo bem?
.
Bom não é porque tem sinal de talão que tem que necessariamente começar no talão. Não é porque tem sinal de ponta que começa necessariamente na ponta. Esses sinais são indicações de direção do arco e não localização da região onde deve começar! Isso tem que ficar bem claro!
.
Não pode ser tão metódico assim é isso ou aquilo, por isso na igreja vemos muita gente dando verdadeiros puxões de arco, desrespeitando a velocidade de arco, qualidade do som e técnicas violinisticas, porque não sabem exatamente as regras de arcadas, qualidade de arco e mais do que isso, velocidade de arco.
.
A primeira coisa a ser observada é justamente a qualidade do som e para isso temos que ter em mente velocidade e quantidade de arco para que possamos tocar com qualidade de som. Só depois de dominar a velocidade, quantidade e qualidade do som é momento de aumentar um pouco a quantidade do arco, porém é necessário ter domínio da postura, entender cada movimento do braço, corpo, postura e técnica para começar a ter maior velocidade de arco sem estragar o som e sem perder o controle, mas tudo isso, tem que levar em conta o carater da expressividade da obra que está se tocando, não pode tocar um hino de súplica e oração querendo usar todo arco que não combina...
.
E também não pode querer tocar um hino de marcha usando pouquíssimo arco e quase domindo encima do violino, não é isso que o sentimento da igreja e expressividade da obra pede!
.
Temos que ter coerência e bom senso para saber expressar o hino com todo o sentimento do culto e claro com toda a técnica violinistica que tanto a maioria dos violinistas desprezam.
.
Não pode ser esquecer primeiramente que o toda cabeça de compasso que começa no tesis é um tempo forte e sendo assim tem que ser diferenciado e soar mais forte, assim como todo asis tem que ser mais fraco. As terminações masculinas tem que soar forte assim como as terminações femininas tem que soar mais fraco e claro todo final de frase tem que ir decaindo.
.
Tudo isso vai influência na quantidade de arco.
.
Devemos tirar da cabeça que quantidade de arco é sinomino de som forte. Não é! Muitas vezes temos que tocar piano usando todo o arco, muitas vezes temos que tocar forte usando pouquíssimo arco. Para isso existem técnicas, muitas vezes usamos a técnica do ponto de contato, outras a técnica de pronação e supinação e claro muitas vezes usamos o planejamento de arco, definindo a quantidade de arco nas regiões que podem soar mais fraco ou forte.
.
Um exemplo disso que eu falo é exatamente o Barroco, onde ele tem que ser necessariamente mais forte, porém não pode ser arco pesado.
.
È algo meio contraditório a príncipios, pois como usar o Detache Barroco e tirar som muito som com pouca quantidade de arco?
.
Por isso o Barroco é tocado com o ponto de contato próximo ao espelho em grande quantidade de tempo e mais na região do talão ao meio. E como temos muitas notas e fraseados repetidos, não podemos tocar igual, temos que seguir a regra: notas iguais começamos pianos e terminarmos forte, fraseados iguais, um piano outro forte.
.
Por isso muita gente diz que toca barroco, mas toca de forma errada, pois não estudam o período barroco, não entendem a mecânica, técnicas e nem história. Pois uma apoggiatura do barroco não tem o mesmo valor de uma apoggiatura do tempo do romantismo. Na verdade nem podemos chamar de apoggiatura, o correto é aciacatura.
.
Vemos Clássicismo onde tudo é muito leve e flexivel, isso é caraterística do período que queria romper os laços de conflitos que ficaram evidentes com o barroco e acreditava em uma nova forma de ser tocar música bem claro e definidos, então já viamos que uma flexibilidade maior, onde deviamos dar uma maior ênfase nas terminações masculinas e femininas e claro em todos os ritmos iniciais e diferenciação das cabeças de tempos. Pois já não se tinha aquela coisa pesada da marcação tão evidente do barroco com o baixo continuo.
.
Já o romantismo tinhamos uma figura do virtuose sendo colocado em evidencia, queriam romper todos os laços com os períodos anteriores, fazendo um novo modo de se fazer música, ficava bem aflorado as composições, onde o vibrato surgiu de uma forma bem definida, não é o mesmo do classicismo e barroco.
.
O que vemos é na verdade é que em cada período tem sua caraterística e forma de tocarmos.
.
Por isso estudamos muitos  e muitos métodos e técnicas, justamente para se adequar a cada período e estilo de composição musical!
.
Os americanos dizem o seguinte: começa a primeira nota bem, pois se começar errado, não adianta consertar, pois tudo ficará errado. Se começar bem, terminará bem. Os caras sabem o que falam, pois os melhores músicos do mundo são os americanos!!!
.
Para definir o pensamento, você tem que analisar a partitura dos hinos, planejar a quantidade, velocidade do arco e verificar dentro da sua técnica até onde você usar maior quantidade de arco e mantém o controle e qualidade de som, fazendo toda a expressividade.
.
Lembre-se que existe a dinâmica de fraseado, onde você sobe a escala, tem que subir a intensidade. Não vai confundir com dinâmica de período que nada tem haver. A dinâmica de fraseado não vem marcada na partitura é obrigação de todos os músicos, instrumentos fazer essa técnica de expressividade e entonação.
.
Cara sinceramente o conservatório não vai lhe ensinar quase nada, muito menos escola de músicas e nem faculdade. Se você quer realmente aprender e tocar bem, você tem que ir fazer aulas em São Paulo com professores tops particulares, pois o que aprendemos a tocar de verdade é depois que você faz faculdade e conservatório, quando você faz aulas com professores que realmente entendem do assunto e podem trabalhar com você especificamente cada problema, leve o tempo que for, com aulas que não são feitas com métodos, mas sim como exercícios especifícos aplicando isso as páginas selecionadas de alguns métodos para fazer você evoluir. Estudar violino é resolver problemas!
.
Conservatório e escolas musicais são como Policlínicas, onde você vai lá com um problema no coração é tratado com ampicilina, porque é único remédio que eles tem disponível, não importa para que serve, todo mundo usa, você tem que usar também porque funciona com a maioria.
.
Já um professor top particular, ele vai tratar você com a substancia exata que é necessária para você tem uma evolução no quadro de saúde até que você não tenha mais problema algum e tenha sua saúde restabelecida.
.
O problema do ensino musical hoje no Brasil, virou um caos total. O maestro Neves que fez praticamente o conservatório de Tatuí, SP, foi quem revolucionou a forma do ensino musical e fez uma referencia nacional, o problema que pessoas má intencionadas, ficaram com inveja e destruíram todo o projeto de ensino musical implantado por ele. Hoje o que vemos é um caos total no ensino musical em todo o nosso país.
.
Graças a Deus, temos muita gente indo estudar fora do país e voltando para ensinar e temos muitos estrangeiros vindo para o Brasil para lecionar e as coisas prometem melhorar, estamos evoluindo graças aos professores tops que são verdadeiros heróis do ensino musical no Brasil.
.
Se quiser ter um estudo sério e evolutivo e tocar super bem, estude com um professor top de SP.
.
Se quiser perder tempo, estude no Conservatório ou em uma escola particular.
.
Se não quiser fazer nada, fique parado. rs*
.
Meu conselho é que você procure, um professor como o Samuel Lima em Campinas, Davi Graton ou algum músico da OSESP, Alejandro de Lion, Mikelete, Emanuelle Baldini, Arthur Ruff em Campinas. O Alejandro de Lion, ele não coloca exigências para ser aluno dele, pega aluno em qualquer nivel e cobra um preço excelente. Compensa. Uma aula com ele, vai mais do que 20 aulas na escola de música.


Última edição por £ëø Mø®£ix em 27/11/2013, 13:40, editado 2 vez(es)


"Não por força nem por  poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor   dos Exércitos" (Zc 4:6). 
avatar
£ëø Mø®£ix
Admin

Mensagens : 3290
Pontos : 3778
Reputação : 171
Data de inscrição : 17/02/2010
Idade : 35

http://violinobrasil.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Obrigado..

Mensagem  abnerram em 27/11/2013, 10:50

Mto obrigado irmão, aqui em Muriaé  tem um professor que veio de Osasco-sp, o cara toca mto, estou indo fazer aulas com ele, muito bom mesmo.
avatar
abnerram

Mensagens : 25
Pontos : 52
Reputação : 4
Data de inscrição : 18/10/2013
Idade : 16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvidas sobre o arco?

Mensagem  £ëø Mø®£ix em 27/11/2013, 13:33

abnerram escreveu:Mto obrigado irmão, aqui em Muriaé  tem um professor que veio de Osasco-sp, o cara toca mto, estou indo fazer aulas com ele, muito bom mesmo.

Que isso meu irmão, estamos aqui para orientar e ajudar no que for necessário!
.
Só uma observação: ensinar é um dom que vem de Deus.
.
Nem todos que tocam bem são aptos para ensinar, mas todos que ensinam tem que necessariamente dominar muito bem o instrumento.
.
Conclusão: não adianta o cara saber tocar muito bem. É necessário saber passar tudo que ele aprendeu e ajudar o aluno a ser auto-suficiente e ter raciocio e claro ter personalidade musical.
.
Vale lembra que para fazer aulas com um professor que saiba ensinar, não podemos esquecer de que temos que ter um violino bem construido, cordas de qualidade, breus de qualidade para que possamos extrair o máximo de aproveitamento nos estudos.
.
E claro, temos que ter o nosso violino bem regulado e devemos levar o violino ao luthier anualmente para manutenção anual que todos os violinos tem que passar.
.
Se precisar comprar um bom violino ou regular o seu violino, eu tenho uma vasta experiência e estou a disposição de todos.
.
Um forte abraço.
.
Deus te abençoe.


"Não por força nem por  poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor   dos Exércitos" (Zc 4:6). 
avatar
£ëø Mø®£ix
Admin

Mensagens : 3290
Pontos : 3778
Reputação : 171
Data de inscrição : 17/02/2010
Idade : 35

http://violinobrasil.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dúvidas sobre o arco?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum