Violino Brasil
Quem está conectado
3 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 3 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 106 em 1/9/2012, 17:16

Síndrome rara que afeta idosos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Síndrome rara que afeta idosos

Mensagem  £ëø Mø®£ix em 23/12/2012, 15:59

==============================

>>> Síndrome rara que afeta idosos <<<

==============================

Aos 84 anos, a aposentadabri tânica Cath Gamester sofre de uma síndrome rara que anualmente afeta apenas um em cada 10 mil sexagenários.
.
Trata-se da ear syndrome, ou síndrome do ouvido musical, embora no Brasil o tema seja tratado simplesmente pelo termo 'alucinações musicais'.
.
Os idosos que sofrem com o problema tendem a ouvir uma lista de seis a dez músicas que se repetem constantemente em suas cabeças.
.
Eles contam que o transtorno começa desde que acordam e vai evoluindo ao longo do dia, passando por suas tarefas diárias, como assistir TV.
.
O problema só termina pouco antes de dormir. E o pior é que as músicas são sempre as mesmas.
.
No caso de Gamester, a lista inclui Parabéns a Você, o hino nacional britânico, e hinos religiosos, sempre na voz de um tenor masculino — que ao menos é do seu agrado.
.
— É um tenor, uma voz de homem. E é uma voz bonita, muito forte e alta, com música de som de fundo. Dentre as seis canções que ela ouve sem parar, uma delas é, sem dúvida, a pior.
.
— A música Parabéns a Você - a cada dois minutos estou desejando feliz aniversário para alguém - odeio essa.
.
A aposentada explica que tudo começou há dois anos, quando sua irmã morreu e ela começou a tomar antidepressivos. Mas mesmo depois de interromper o tratamento, as músicas não cessaram.
.
— Fui dormir, e quando acordei, por volta das 8h da manhã, logo ouvi a música, e era o hino nacional. Olhei por todos os lugares, abri a porta de casa. Achei que eram os vizinhos, mas me dei conta de que estava dentro da minha cabeça.
.

>>> Hinos e canções de natal <<<
.
O psiquiatra Nick Warner, que é especialista em idosos, acompanhou uma série de pacientes com alucinações musicais.
.
Ele explica que o problema não tem nada a ver com os ouvidos, e que é interessante perceber que na maioria dos casos as músicas são muito parecidas, senão as mesmas.
.
— Percebi que muitas pessoas com a doença ouviam hinos religiosos e canções de Natal. Particularmente o hino abide with me('permaneça ao meu lado', em tradução livre), ouvido por 50% dos pacientes.
.
'É um hino muito reconfortante. Há de se especular se há algo em específico gerando essa necessidade de segurança quando se está envelhecendo. [Uma mensagem] de que você não está sozinho e de que está seguro', diz. Especialistas também levam em consideração o fato de que em grande parte dos casos os pacientes são idosos e vivem sozinhos.
.
Outros pesquisadores se perguntam se o problema pode estar relacionado com a perda de audição e uma tentativa do cérebro de preencher o vazio com músicas muito conhecidas do paciente.
.

>>> Pesquisa <<<
.
Uma reportagem do diário americano The New York Times publicada anos atrás diz que, apesar de serem conhecidas há mais de um século, as alucinações musicais ainda não são muito estudadas.
Em um estudo de 2005, publicado no Jornal Britânico de Psicopatologia, o mesmo Nick Warner realizou uma análise de 30 casos acompanhados por 15 anos.
.
Ouvir música libera substância química que faz bem ao cérebro. Ele chegou à conclusão que, em dois terços dos casos, a alucinação musical era a única perturbação mental dos pacientes.
.
Warner também descobriu que um terço era total ou parcialmente surdo. As mulheres tendem a sofrer mais do que os homens, e a média de idade dos doentes é de 78 anos.
.
Os pacientes acompanhados ouviam uma grande variedade de canções ouvidas repetidamente durante a vida ou com algum significado emocional. E em dois terços dos casos eram músicas religiosas.
.
A pesquisa também revelou que as alucinações são distintas daquelas sentidas por portadores de esquizofrenia - estes escutam apenas vozes, e não a mesma sequência de músicas.
.
Aos que sofrem com as alucinações, Cath deixa uma mensagem de esperança:
.
— Gostaria de dizer a todos que têm o mesmo problema que eu, para que sejam felizes, aproveitem a vida mesmo assim. Aprendi a valorizar o fato de que ao menos não tenho uma doença grave.


Última edição por £ëø Mø®£ix em 9/3/2015, 14:06, editado 2 vez(es)


"Não por força nem por  poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor   dos Exércitos" (Zc 4:6). 
avatar
£ëø Mø®£ix
Admin

Mensagens : 3316
Pontos : 3803
Reputação : 174
Data de inscrição : 17/02/2010
Idade : 36

http://violinobrasil.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Síndrome rara que afeta idosos

Mensagem  Guilherme Violin em 23/12/2012, 20:51

nossa, queria ter isso, -rs brinks nao queria ter nao, por um lado é bom e por outro é ruim...
avatar
Guilherme Violin

Mensagens : 8
Pontos : 12
Reputação : 0
Data de inscrição : 16/11/2012
Idade : 23

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Síndrome rara que afeta idosos

Mensagem  Louysie em 23/12/2012, 21:29

Uma vez meu irmão me mostrou um programa que emite um som e quando você houve ele por alguns minutos pensando em alguma música você ouve ela de verdade, eu tentei e funcionou, mas me deu um mal estar, mas é muito interessante essas cosias.. eu amo cérebros! é muito surpreendente tudo o que ele é capaz de fazer, Deus é muito bom em tudo o que faz.

Louysie

Mensagens : 378
Pontos : 384
Reputação : 0
Data de inscrição : 11/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Síndrome rara que afeta idosos

Mensagem  £ëø Mø®£ix em 25/12/2012, 12:50

Louysie escreveu:Uma vez meu irmão me mostrou um programa que emite um som e quando você houve ele por alguns minutos pensando em alguma música você ouve ela de verdade, eu tentei e funcionou, mas me deu um mal estar, mas é muito interessante essas cosias.. eu amo cérebros! é muito surpreendente tudo o que ele é capaz de fazer, Deus é muito bom em tudo o que faz.

O Mozart tinha alguns disturbios. Ele não conseguia fica com a mente em branco concentrado em outras coisas ou relaxando. Ficava ouvindo músicas o tempo inteiro. Muitas vezes desesperados ele sai para dar um passeo perto do rio, mas aqueles acordes e linha melodia não saia da cabeça.
.
Ele compunha músicas assim, já estavam prontas em sua cabeça, apenas transcrevia para o papel. É como se toda a harmonia e arranjos já estivessem em sua cabeça, ele apenas tinha o trabalho de escrever na partitura.
.
O impressionante é que ele escrevia suas composições na horizontal, e nós pobres humanos fazemos na vertical. Isso mostra sua genialidade. Ele já sabia cada linha de cada naipe, cada campo harmonico, seus encadeamentos harmonicos, modulações, passagens, acaciaturas retardos e atencipações da harmonia e não usava borracha, pois eram perfeitas suas composições sem erros harmonicos. Fazer isso na horizontal é quase impossivel.
.
Mas ele reclamava muito, pois virou uma tortura para ele, pois não parar um só minuto de surgir essas ideias iluminadas em seu cerebro, nem dormir ele conseguia. Era o tempo inteiro criando e transcrevendo essas melodias que surgiam em seu cerebro. Ele ouvia as trompas imaginarias, cordas tudo.
.
Um pouco diferente da história acima onde os idosos escutam sempre melodias que já ouviram. Ele escutava as ineditas.
.
Por isso seu apelido era o Amadeus, o amado de Deus.


"Não por força nem por  poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor   dos Exércitos" (Zc 4:6). 
avatar
£ëø Mø®£ix
Admin

Mensagens : 3316
Pontos : 3803
Reputação : 174
Data de inscrição : 17/02/2010
Idade : 36

http://violinobrasil.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Síndrome rara que afeta idosos

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum