Violino Brasil
Últimos assuntos
» Intonia - Aplicativo para Praticar a Afinação.
Hoje à(s) 06:40 por CSFreire

» Qual o melhor custo benefício?
30/11/2016, 14:14 por Silano M. Santos

» forma de mão.
30/11/2016, 08:12 por MarcoAC

» Como aprender a identificar a posição correta das notas.
29/11/2016, 19:08 por ymoraes5948

» Que Breu usar?
25/11/2016, 13:37 por Lexluthor

» Como avaliar violinos online.
20/11/2016, 20:22 por felipelch

» História da música
18/11/2016, 14:31 por £ëø Mø®£ix

» Goma laca indiana
18/11/2016, 14:23 por £ëø Mø®£ix

» Quarto dedo...
17/11/2016, 12:15 por £ëø Mø®£ix

Quem está conectado
20 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 20 Visitantes :: 2 Motores de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 106 em 1/9/2012, 17:16

Tirar melhor proveito dos métodos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Tirar melhor proveito dos métodos

Mensagem  yulli em 24/4/2014, 17:56

Olá caros,

Estou fazendo o Ferrara juntamente com o Laoureux 1, e gostaria de dicas de voces quanto à tirar melhor proveito dos métodos e como passar por cima das dificuldades. Alguma delas em relação ao bpm que devemos usar em quais lições, por exemplo, no Ferrara a partir da lição 20 começaa vir muitos fraseados de semicolcheias, nesse caso diminuir os bpm ou tocar em colcheia pra pegar o fraseado e depois ajustar às semicolcheias?... Enfim, me ajudem a tirar melhor proveito desses métodos. Pretendo após estes dois iniciar estudos com sevcik op 1 e 2, e logo após Hans Sitt, e como devo prosseguir em relação à estes métodos?

Obrigado

yulli

Mensagens : 4
Pontos : 8
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tirar melhor proveito dos métodos

Mensagem  £ëø Mø®£ix em 27/4/2014, 17:41

yulli escreveu:Olá caros,

Estou fazendo o Ferrara juntamente com o Laoureux 1, e gostaria de dicas de voces quanto à tirar melhor proveito dos métodos e como passar por cima das dificuldades. Alguma delas em relação ao bpm que devemos usar em quais lições, por exemplo, no Ferrara a partir da lição 20 começaa vir muitos fraseados de semicolcheias, nesse caso diminuir os bpm ou tocar em colcheia pra pegar o fraseado e depois ajustar às semicolcheias?... Enfim, me ajudem a tirar melhor proveito desses métodos. Pretendo após estes dois iniciar estudos com sevcik op 1 e 2, e logo após Hans Sitt, e como devo prosseguir em relação à estes métodos?

Obrigado
Primeiro passo para se aproveitar de todos os métodos é decorar a lição, melodia ou exercícios principalmente os mecânicos! Começar a estudar com qualidade! Dando atenção ao máximo ao som que você está tirando e prestando atenção na fisico-mecanica do que está fazendo! Isso já resolve 50 por cento do problema!
.
Segundo passo é aprender a estudar por fundamentos e parar de ficar lendo o método repetindo quatrocentas mil vezes! Pois isso só faz aperfeiçoar o erro! Prática não leva a perfeição! O que leva a perfeição é concentração, disciplina e inteligencia!
.
Terceiro passo é simplesmente parar de estudar de forma burra e ficar fazendo mil métodos e sim apenas fazer as lições que são proveitosas para resolver o seu problema individual. Que seja poucas, mas bem feitas!
.
É necessário aprender algumas coisas para fazer bom proveito de qualquer método: saber o que fazer, como fazer e por que fazer!
.
Não adianta passar 10 métodos! Não vai fazer de você um violinista bom, mas sim fazer lições que resolvam o seu problema, em pouco tempo você consegue fazer um 42 estudos do Kreutzer que é na verdade um método intermediário e posteriormente métodos mais avançados!
.
Não existe método ruim e nem método bom, o que existe é professor ruim que não sabe aplicar corretamente!
.
O principio de estudar o que for é primeiramente entender para que está estudando, depois vai planejar e marcar advertências com o lápis no seu método buscando resolver pontos dificeis e especificos. Não estude toda a lição, mas sim pegue aquilo que você tenha dificuldade, nem que seja preciso ficar 1 semana em apenas um compasso estudando fundamentos! Depois o resto fica fácil de tocar!
.
Velocidade em Bpm depende muito cara. As lições indicações de andamentos: Alegretto, Alegro, Moderado, Presto, Prestissimo, Largo, enfim isso é andamento de professor ou seja de apresentação depois que você já resolveu o negócio! Primeira coisa antes de se preocupar com velocidade, preocupe-se com afinação! Confira intervalo por intervalo tudo em minimas ligadas em 60 bpm. Errou volte e refaça toda a afinação que errou na hora. Não pode prosseguir se errar a afinação! Depois que você fez todo um trabalho de afinação, você tem que dar uma lida, ou seja coloca o metronomo bem lento, mesmo que a indicação for 108 bpm que é moderato ou 120 bpm que é Alegro, coloque em 60 bpm, bote cada ritmo no seu lugar, batendo simetricamente com o metronomo, tempo forte no tesis e tempo fraco no asis! Colocou a ritmica no lugar, aí sim comece a decorar a música, compasso por compasso, fraseado por fraseado, periodo por periodo, junte tudo! Decorou? Começe a estudar de verdade, estudando apenas o trecho dificil ou compasso, demore o tempo que for, tem que ficar 300 por cento para conseguir tocar e apresentação em 100 por cento!
.
Resolveu esses problemas, ai sim você começa a aumentar a velocidade! Coloque no metronomo 60, 70, 80, 90, 100, 110, 120, 140 por ai até a velocidade máxima que você conseguir, mesmo que a lição peça 100 bpm, se conseguir com perfeição e controle vai 160 bpm e daí?
.
Depois que você fez tudo isso, volte no lento e estude muito lento para consertar todo o estrago que você fez no rápido!
.
Não precisa de ir de 10 em 10 bpm, mas estude primeiro números pares e depois impar, ou seja: 60, 80, 100, 120, depois volte no lento 50, 70, 90, 110, 130 e assim por diante. Pois assim o exercicio se tornar menos cansativo e chato e você vai assimilar todos os andamentos, pois tem gente que só consegue tocar em números pares, pois só estuda isso. Depois o maestro balança o braço em número impar o cara fica perdidinho.
.
Não estude muita coisa, estude uma coisa por vez, não mude de lição se não tiver muito boa, quanto mais dificil for, mais você estuda de forma inteligente!
.
Não se esqueça que a última coisa que você deve estudar é justamente a expressividade, dinamicas, desinênsias masculinas e feniminas, marcação da metrica músical e vibrato. Essas coisas você pode deixar por último, depois quando você estiver craque em estudar aí sim você já começa a ler a primeira vista e já tendo essa visão de estudar afinação colocando dinamicas, expressividade etc. Isso é o erro de muita gente, o sujeito toca desafinado vai estudar escalas vibrando! Aí ferrou tudo!
.
Aprenda a dosar as horas de estudos. Não é de estudar muito que o cara fica bom, mas sim da qualidade que ele tem nos estudos nas poucas horas que ele estuda! 4 horas por dias são mais do que suficiente na prática do violino.
.
Lembre-se que se quiser ser um bom violinista é necessário estudar história da música, harmonica funcional e estrutural, teoria músical, acustica, percepção ritmica e melódica e até um pouco de regência e composição!
.
Você estudou como as 15 primeiras lições do Ferrara?


"Não por força nem por  poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor   dos Exércitos" (Zc 4:6). 

£ëø Mø®£ix
Admin

Mensagens : 3277
Pontos : 3764
Reputação : 170
Data de inscrição : 17/02/2010
Idade : 35

http://violinobrasil.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

15 primeiras lições

Mensagem  yulli em 27/4/2014, 22:07

As 15 primeiras lições eu estudei bem rápido, afinal são bem fáceis. Eu, apesar de fazer uns 2 anos que toco violino nunca tive um professor que me auxiliasse corretamente, e nunca estudei um método sequer, apenas tocava numa banda da cidade e aprendia o que tinha de aprender segundo o que as musicas requeriam, só agora fui pegar por contra própria pra estudar a fundo o violino. Pelo o que deu a entender as 15 primeiras lições do ferrara devem ser bem trabalhadas de um modo diferente?

yulli

Mensagens : 4
Pontos : 8
Reputação : 0
Data de inscrição : 18/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tirar melhor proveito dos métodos

Mensagem  £ëø Mø®£ix em 27/4/2014, 22:47

yulli escreveu:As 15 primeiras lições eu estudei bem rápido, afinal são bem fáceis. Eu, apesar de fazer uns 2 anos que toco violino nunca tive um professor que me auxiliasse corretamente, e nunca estudei um método sequer, apenas tocava numa banda da cidade e aprendia o que tinha de aprender segundo o que as musicas requeriam, só agora fui pegar por contra própria pra estudar a fundo o violino. Pelo o que deu a entender as 15 primeiras lições do ferrara devem ser bem trabalhadas de um modo diferente?

As 15 primeiras lições não são fáceis. Pelo contrário elas são super dificeis para um inciante! Pois elas não são feitas para trabalhar apenas em seminimas!  Elas são lições que trabalhamos a afinação dos dedos (Sem fita adesiva, sem marcação, sem qualquer tipo de sinal), apenas no ouvido, claro trabalhando dinâmicas de arco, fraseados, métrica música e dinâmica de frase! Vai trabalhar o empunhamento de arco, sistema de pronação e supinação, som file e claro o verdadeiro som detache, conferir cada intervalo e claro grava a forma de mão!
.
As variantes para se trabalhar nas 15 primeiras lições que você vai levar muito tempo para estudar 1 lição nas mais diversas dinamicas! Depois delas ficara fácil entender como deve estudar da lição 16 para frente e ficara cada vez mais fácil estudar até lição 50.
.
Não se pode apenas ler métodos como você fez. O aluno tem que estudar por fundamentos e claro de forma inteligente! Ler métodos qualquer um faz, agora fazer e executar a lição como ela deve ser executada, somente com um professor top orientando.
.
Por isso o estudo autodidata no inicio é um verdadeiro desastre onde o aluno pega vícios e só aperfeiçoa os erros!
.
Mesma coisa você dirigi um fusca, por dirigir um fusca se acha no direito de dirigir um Boing ou Caça da força aerea. O que vai acontecer? Com certeza um desastre!
.
Por isso acontece acidentes no Brasil, por causa do jeitinho brasileiro de querer fazer tudo da cabeça da pessoa!
.
O violino é uma das coisas mais dificeis de fazer no mundo, portanto sinta-se privilegiado por Deus lhe conceder tamanha façanha. Mas o violino é pura fisica e matematica! É uma verdadeira ciência das cordas!
.
Não é por que um carro de passeio tem pneus, volante, chassi e motor que é mesma coisa de pilotar um Fórmula 1. É necessário muito suor, estudos, disciplina! Porém estudar de forma errada é mesma coisa de aperfeiçoar o erro!
.
Por isso tem que estudar de forma inteligente! Estudar não é ler! São duas coisas diferentes! Estudar é treinar! E treinar é treinar por fundamentos!
.
Imagina um Messi, se acha que o cara vai no treino para jogar? Não! O cara vai treinar! Então ele treina passes, treina lançamentos, treina chutes ao gol, corre no campo, faz natação, musuculação, treina marcação, bate penaltis, treinar jogadas ensaiadas, cobra faltas, cabeçadas. Depois que o cara fez tudo isso, sim ele vai para o campo e bota todo o treinamento por fundamentos em prática! O estudo do violino é mesma coisa! Treinar por fundamentos, só vai tocar na apresentação!
.
Qualquer dúvida, estou a sua disposição!
.
Um forte abraço.
.
Deus te abençoe.







"Não por força nem por  poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor   dos Exércitos" (Zc 4:6). 

£ëø Mø®£ix
Admin

Mensagens : 3277
Pontos : 3764
Reputação : 170
Data de inscrição : 17/02/2010
Idade : 35

http://violinobrasil.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Tirar melhor proveito dos métodos

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 14:56


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum