Violino Brasil
Últimos assuntos
Quem está conectado
20 usuários online :: 1 usuário cadastrado, Nenhum Invisível e 19 Visitantes :: 1 Motor de busca

ymoraes5948

O recorde de usuários online foi de 106 em 1/9/2012, 17:16

Recomendações de Estudos, Livros. (escolas)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Recomendações de Estudos, Livros. (escolas)

Mensagem  Matheus Miranda em 30/1/2014, 11:07

Olá Boa tarde a todos, Gostaria de saber:

Aquele estudante que possui afinação e já toca em todas as posições, qual seria o livro recomendado para aquele aluno que já toca em todas as posições porem ainda possui um nível Iniciante.

Esse aluno poderia começar a estudar o Livro de Hans Sitt.

E Como Funciona as escolas, Italianas, Alemãs... Cada uma Possui diferentes técnicas, como sabemos que um Violinista é de uma escola Alemã, ou outras...? Para aquele aluno que o Professor aplica o Método J.Lambert... Qual seria a escola que ele pertence?

Matheus Miranda

Mensagens : 19
Pontos : 31
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/01/2014
Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recomendações de Estudos, Livros. (escolas)

Mensagem  £ëø Mø®£ix em 30/1/2014, 13:27

Matheus Miranda escreveu:Olá Boa tarde a todos, Gostaria de saber:

Aquele estudante que possui afinação e já toca em todas as posições, qual seria o livro recomendado para aquele aluno que já toca em todas as posições porem ainda possui um nível Iniciante.

Esse aluno poderia começar a estudar o Livro de Hans Sitt.

E Como Funciona as escolas, Italianas, Alemãs... Cada uma Possui diferentes técnicas, como sabemos que um Violinista é de uma escola Alemã, ou outras...? Para aquele aluno que o Professor aplica o Método J.Lambert... Qual seria a escola que ele pertence?
Olá querido amigo! Tudo bem?
.
Aluno de nível iniciante deve estar livro de iniciante. Não existe isso de pular etapas no violino.
.
Ter afinação ajuda um pouco, mas não se vive apenas de afinação o violino. Tem outros aspectos muito importantes que não podem ser descartados. Por isso grande parte dos pianistas tentam estudar e se frustam e desistem antes dos 3 primeiros meses. Pois o violino é um instrumento muito peculiar e cheio de detalhes que quase nada se aproveita do piano... Apenas se aproveita a leitura, teoria musical e o ouvido, nada mais..
.
Pois são instrumentos distintos.
.
Se o cara já toca todas posições não se pode dizer que ele é iniciante. Pois apenas dentilhar outras posições não é tocar. Isso qualquer um faz, agora tocar outras posições, significa tocar fluentemente, sem perder uma nota sequer afinadissima sabendo todas as técnicas de cada posição, pois não é mesma coisa dar um golpe de arco na 1 posição e na 5, muito menos a forma de mão é a mesma, postura do braço etc. Quando se faz a 3 posição já começa a mudar, na 4 é inevitavel a mudança de técnicas, 6 já muda radicalmente.
.
Só para ter uma idéia, o pianista tem escala temperada na cabeça. Mas o violinista não usa escala temperada. Ele faz a diferenciação de comas, então um cara que tem ouvido e toca violino, se ouvir um pianista tocando violino vai dizer que tem várias notas desafinadas.
.
O que torna um pouco desvantagem, pois seria necessário reeducar o ouvido para fazer a diferenciação de comas. Imagino que seja um pouco trabalho fazer tal coisa. Pois nada é nada fácil aprender, dirá reaprender.
.
O livro do Hans Sitt é livro de iniciante. As lições são fáceis. Da lição 20 para frente é tudo muito repetitivo, nada se aprender, serve apenas para leitura de posições.
.
Ninguém no Brasil usa mais o livro do Lambert Ribeiro. Ele foi usado mais na década de 80 pelos Conservatórios, mas foi abandonado, pois deixa a pessoa cheia de vícios quando não é bem aplicado por um excelente professor. Afinal, ler método, qualquer pessoa que sabe ler partitura le sozinho, mas estudar violino, isso não tem como sem um excelente professor orientado, existem muitas técnicas ocultas que somente um professor pode lhe passar. Pelo menos o inicio tem que ter uma boa orientação. Já um aluno intermedário, pode prosseguir sozinho nos estudos e ser auto-suficiente  em relação ao estudar.
.
Um professor de técnica alemã, pode muito bem estudar livros da escola russa como o Sevick. Não tem relação alguma as composições de lições com a escola de técnica.
.
No Brasil não segue escolas, mas é uma mescla de várias escolas. Os professores tem um pouco de cada escola.
.
Não acredito muito em escolas, pois depende muito da anatomia da pessoa para que dê certo, então eu acredito mais mesmo é técnica que seja funcional, não importa se ela é Russa, Franco-Belga, Japonesa, Italiana, alemã.
.
Todas as escolas tem sua importância, vantagens e desvantagens.
.
Em geral pode se observar algumas técnicas de escolas através do empunhamento de arco, postura do braço etc.
.
Mas como eu disse, o que importa é professor, ele vai te passar as técnicas dele, muitas coisas não vão ser especificio de uma escola, mas de várias. Hoje com a globalização, se tem acesso aos mais variados jeitos de se tocar violino.
.
Um forte abraço.
.
Deus te abençoe.


"Não por força nem por  poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor   dos Exércitos" (Zc 4:6). 

£ëø Mø®£ix
Admin

Mensagens : 3277
Pontos : 3764
Reputação : 170
Data de inscrição : 17/02/2010
Idade : 35

http://violinobrasil.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recomendações de Estudos, Livros. (escolas)

Mensagem  Matheus Miranda em 31/1/2014, 13:51

£ëø Mø®£ix escreveu:
Matheus Miranda escreveu:Olá Boa tarde a todos, Gostaria de saber:

Aquele estudante que possui afinação e já toca em todas as posições, qual seria o livro recomendado para aquele aluno que já toca em todas as posições porem ainda possui um nível Iniciante.

Esse aluno poderia começar a estudar o Livro de Hans Sitt.

E Como Funciona as escolas, Italianas, Alemãs... Cada uma Possui diferentes técnicas, como sabemos que um Violinista é de uma escola Alemã, ou outras...? Para aquele aluno que o Professor aplica o Método J.Lambert... Qual seria a escola que ele pertence?
Olá querido amigo! Tudo bem?
.
Aluno de nível iniciante deve estar livro de iniciante. Não existe isso de pular etapas no violino.
.
Ter afinação ajuda um pouco, mas não se vive apenas de afinação o violino. Tem outros aspectos muito importantes que não podem ser descartados. Por isso grande parte dos pianistas tentam estudar e se frustam e desistem antes dos 3 primeiros meses. Pois o violino é um instrumento muito peculiar e cheio de detalhes que quase nada se aproveita do piano... Apenas se aproveita a leitura, teoria musical e o ouvido, nada mais..
.
Pois são instrumentos distintos.
.
Se o cara já toca todas posições não se pode dizer que ele é iniciante. Pois apenas dentilhar outras posições não é tocar. Isso qualquer um faz, agora tocar outras posições, significa tocar fluentemente, sem perder uma nota sequer afinadissima sabendo todas as técnicas de cada posição, pois não é mesma coisa dar um golpe de arco na 1 posição e na 5, muito menos a forma de mão é a mesma, postura do braço etc. Quando se faz a 3 posição já começa a mudar, na 4 é inevitavel a mudança de técnicas, 6 já muda radicalmente.
.
Só para ter uma idéia, o pianista tem escala temperada na cabeça. Mas o violinista não usa escala temperada. Ele faz a diferenciação de comas, então um cara que tem ouvido e toca violino, se ouvir um pianista tocando violino vai dizer que tem várias notas desafinadas.
.
O que torna um pouco desvantagem, pois seria necessário reeducar o ouvido para fazer a diferenciação de comas. Imagino que seja um pouco trabalho fazer tal coisa. Pois nada é nada fácil aprender, dirá reaprender.
.
O livro do Hans Sitt é livro de iniciante. As lições são fáceis. Da lição 20 para frente é tudo muito repetitivo, nada se aprender, serve apenas para leitura de posições.
.
Ninguém no Brasil usa mais o livro do Lambert Ribeiro. Ele foi usado mais na década de 80 pelos Conservatórios, mas foi abandonado, pois deixa a pessoa cheia de vícios quando não é bem aplicado por um excelente professor. Afinal, ler método, qualquer pessoa que sabe ler partitura le sozinho, mas estudar violino, isso não tem como sem um excelente professor orientado, existem muitas técnicas ocultas que somente um professor pode lhe passar. Pelo menos o inicio tem que ter uma boa orientação. Já um aluno intermedário, pode prosseguir sozinho nos estudos e ser auto-suficiente  em relação ao estudar.
.
Um professor de técnica alemã, pode muito bem estudar livros da escola russa como o Sevick. Não tem relação alguma as composições de lições com a escola de técnica.
.
No Brasil não segue escolas, mas é uma mescla de várias escolas. Os professores tem um pouco de cada escola.
.
Não acredito muito em escolas, pois depende muito da anatomia da pessoa para que dê certo, então eu acredito mais mesmo é técnica que seja funcional, não importa se ela é Russa, Franco-Belga, Japonesa, Italiana, alemã.
.
Todas as escolas tem sua importância, vantagens e desvantagens.
.
Em geral pode se observar algumas técnicas de escolas através do empunhamento de arco, postura do braço etc.
.
Mas como eu disse, o que importa é professor, ele vai te passar as técnicas dele, muitas coisas não vão ser especificio de uma escola, mas de várias. Hoje com a globalização, se tem acesso aos mais variados jeitos de se tocar violino.
.
Um forte abraço.
.
Deus te abençoe.
Entendi, realmente percebo a distinção entre o piano e violino, começando com o fato de o piano ser um instrumento temperado e o violino não, realmente oque aproveito do piano é a experiência com as músicas clássicas , conhecimento de técnicas eruditas como o staccato, trêmulo, apogiaturas, mordentes, glissar... Apesar de a executação dessas técnicas serem bem diferentes entre o piano e violino. Mas sinto que me ajuda. Com todas as adversidades que enfrento estou a luta para aprender cada vez mas do violino... Mesmo que eu possua uma educação pianística que aparentemente vão contrárias a do violino.  Também aproveito a leitura musical e toda teoria. Um grande abraço. Jesus te abençoe.

Matheus Miranda

Mensagens : 19
Pontos : 31
Reputação : 1
Data de inscrição : 06/01/2014
Idade : 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recomendações de Estudos, Livros. (escolas)

Mensagem  £ëø Mø®£ix em 31/1/2014, 20:30

Matheus Miranda escreveu:Entendi, realmente percebo a distinção entre o piano e violino, começando com o fato de o piano ser um instrumento temperado e o violino não, realmente oque aproveito do piano é a experiência com as músicas clássicas , conhecimento de técnicas eruditas como o staccato, trêmulo, apogiaturas, mordentes, glissar... Apesar de a executação dessas técnicas serem bem diferentes entre o piano e violino. Mas sinto que me ajuda. Com todas as adversidades que enfrento estou a luta para aprender cada vez mas do violino... Mesmo que eu possua uma educação pianística que aparentemente vão contrárias a do violino.  Também aproveito a leitura musical e toda teoria. Um grande abraço. Jesus te abençoe.
Amém, meu irmão.
.
O violino é sem sombra de dúvidas umas das coisas mais dificeis de se fazer na face dessa terra. Tem que perseverar.
.
Estou a sua disposição.
.
Um forte abraço.
.
Deus te abençoe.


"Não por força nem por  poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor   dos Exércitos" (Zc 4:6). 

£ëø Mø®£ix
Admin

Mensagens : 3277
Pontos : 3764
Reputação : 170
Data de inscrição : 17/02/2010
Idade : 35

http://violinobrasil.forumfacil.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Recomendações de Estudos, Livros. (escolas)

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 08:46


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum